mais um dia passado...
sempre igual...

um dia que se diz especial, mas que teve a monotonia de todos os outros...
sou mãe,
e agora já não há nem postais nem flores...